Pular para o conteúdo principal

♥ Amar uma diabética ♥






Achei tão linda esta postagem!!!
♥ Amar uma diabética ♥

"Amar uma diabética é ser um médico. Isto significa ajudá-la a lembrar de seus medicamentos e levá-la em uma hora a apenas 24 farmácias, quando ela tem gripe e não encontra nem uma vitaminazinha para tomar. Ou levá-la ao hospital quando a gripe se transforma em simples bronquite e seu sangue vira ácido.

Amar uma diabética é ser paciente. Significa saber que em alguns dias ela não vai se sentir bem sem razão aparente. Isso significa cancelar planos de longo prazo, quando de repente ela não se sentir bem o suficiente para viajar. Ou espera-la para ir para a cama, enquanto ela injeta sua insulina antes de se deitar .

Amar uma diabética é ser um sacerdote. Significa consola-la quando ela está cansada e se sente como se não pudesse fazer mais nada na vida. Significa ouvir e não julgar, enquanto ela tenta descobrir suas novas dosagens e comete erros. Ou, durante os tempos difíceis, ouvir seus desejos improváveis.

Amar uma diabética é ser um guardião. Significa estar ao lado dela quando estranhos acusam-na de ser uma viciada em drogas. Significa pedir discretamente a seus amigos para manter um olho nela enquanto testa novos medicamentos sem ainda saber quais serão as reações em seu corpo. Ou ficar acordado durante a noite porque ela está com muito medo de cair no sono em que um coma profundo pode encontrá-la.

Amar uma diabética é não ser superficial. Significa ver seus machucados como marcas de beleza. Significa acariciar as cicatrizes em todo o seu estômago. Ou beijar seus lábios secos enquanto estiver conectada à internet.

Amar uma diabética é ser compreensivo. Significa entender que ela não percebe estar destemperada quando seu nível de glicose está alto. Significa saber ouvir quando ela pede para começar uma família logo. Ou mesmo compreender quando ela lhe pede para doar tempo e DNA para a ciência que promete curá-la há tempos.

Amar uma diabética é ser inteligente. Significa pesquisar novos medicamentos embora ela nunca lhe peça isto. Significa ouvi-la explicar suas novas descobertas em termos de uma linguagem não lá muito típica. Ou fazê-la sorrir quando ela quer desesperadamente gritar.

Amar uma diabética é ser altruísta. Significa ir a um restaurante que não possua carboidratos no cardápio. Significa ficar sem jantar fora quando o dinheiro está curto a fim de comprar a medicação dela. Ou testar em si próprio o nível de glicose no sangue com o novo medidor para ter certeza que está funcionando corretamente, mesmo que você tenha pavor de agulhas.

Amar uma diabética é ser corajoso. Significa manter o queixo para cima enquanto ela fala sobre seus momentos de terror. Significa não permitir aos erros médicos colorir o seu relacionamento com ela emocionalmente. Ou ainda, significa manter espíritos positivos, apesar de todos os sites dizer estatisticamente que ela mal passará de seus 40.

Amar uma diabética não é fácil. Significa colocar as necessidades médicas dela antes de quaisquer outras prioridades. Significa se preocupar em cada momento mesmo estando ela bem cuidada, principalmente quando você não pode vê-la. Significa confiar sua vida nas mãos de muitos médicos que não entendem todas estas complexidades da doença."
Fontes:


Comentários

  1. Lindo texto mesmo Cris...
    Fico feliz por vc e pela Carol terem companheiros que se importam com a saúde e bem estar de vcs!pois vcs merecem!
    Adoro vc!
    Bj grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natália!!!Também te adoro!!!♥♥♥
      O texto é muito lindo mesmo!Meu marido é um verdadeiro príncipe!!!
      Beijos!!!

      Excluir
  2. Cris demais mesmo!!
    Beijos querida e saudades!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil!!!O texto é lindo né?
      Também estou com saudades de vc!!!
      Beijos!!!♥♥♥

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Receita caseira de sorvete diet

Oi pessoal!
Eu faço contagem de carboidratos mas sempre que posso eu mesma faço minhas receitinhas em casa na versão diet.
Procurando aqui na net achei essa receita de sorvete,primeiro fiz na versão original,ficou uma delícia todos aqui em casa aprovaram,depois fiz na versão diet,substituí o açúcar por adoçante em pó Tal & Qual.
O leite condensado eu mesma fiz na versão diet.
Segue a receita do leite condensado diet e depois do sorvete!
Dicas:A receita é de sorvete de morango,mas já fiz de chocolate, basta substituir por achocolatado diet 2 colheres de sopa,conheço o da marca Gold,para sabor creme basta adicionar 1 colher de chá de essência de baunilha e por aí vai!









Receita do leite condensado diet:Ingredientes:
1 xícara de chá(200ml) de leite em pó desnatado;¼ de xícara de chá de água fervente;½ xícara de chá de adoçante em pó;1 colher de sopa de margarina light.Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar uma pasta homogênea;
Após esfriar o leite condensado di…

Depressão e diabetes

Olá pessoal!Tudo bem?
Hoje irei falar de um assunto, que queria já poder ter falado a tempos aqui no blog, como forma de alertar e tentar ajudar, pois já passei por isso e não desejo para ninguém:DEPRESSÃO.
Eu nesses anos de diabetes já tive depressão algumas vezes e vou explicar o que eu senti e como consegui reverter.
A depressão começa, mas não sabemos que estamos com depressão, eu achei que estava apenas com desânimo ou que estava ficando doente,mas era um desânimo constante e nada me deixava feliz, sentia uma tristeza profunda que não parecia caber dentro de mim.
A primeira vez, acho que eu tinha uns 16 anos, eu chorava todos os dias, só queria dormir o dia inteiro, sentia muita fome e glicemias ficaram tão alteradas que acabei entrando em cetoacidose diabética, ficando uma semana internada até glicemia normalizar.
Depois que saí do hospital, já não estava mais sentindo aquela tristeza,pois o choque de ter sido internada e o estado que fiquei, me fez querer melhorar,para sair do hospi…

Hipoglicemia com desmaio e convulsão

Olá pessoal! Já até perdi as contas de quantas  vezes tive crises de hipoglicemia com desmaio,acordar no hospital toda molhada devido ao suor frio,tremendo muito,um frio insuportável!
Mas hoje vou relatar o que aconteceu,eu tive uma crise de hipoglicemia com convulsão,não lembro bem quando foi,mas acredito que uns 4 meses atrás.Eu estava numa espécie de sonho,um barulho parecendo um zumbido,tipo como se tivesse tudo rodando,num corredor com uma névoa esbranquiçada,não via o final desse corredor,tudo rodava,rodava e eu tentando puxar o ar,olhei para cima e acordei meio que sobressaltada,cabeça confusa,tentando entender o que estava acontecendo,a cabeça da gente parece que entra em suspensão,tentei colocar as imagens no lugar como um quebra-cabeça e finalmente acordei.Com os sintomas acima relatados,frio,tremedeira,perguntando pelas meninas(minhas filhas).
Impossível acreditar que mesmo com a bomba  de insulina,tive essa hipo severa,mas tive...não estou podendo usar o sensor,culpa do Esta…