Pular para o conteúdo principal

O tempo passa...rápido demais!

Amanhã minha filhinha vai completar 6 aninhos!Nem acredito parece que foi ontem quando peguei o resultado do exame e lá estava escrito positivo!Foi uma mistura de alegria com medo pois alguns meses antes eu havia passado por uma experiência ruim que não gosto de lembrar a perda de meu primeiro filho mas esta é uma história que conto depois.A gravidez foi toda tranquila,muitas hipoglicemias,muidas idas ao médico primeiro de 15 em 15 dias,depois 1 vez por semana, até que no último mês de gestação precisei internar mas por causa de minha pressão arterial que subiu um pouco e os médicos disseram que era para ficar de olho em mim mais de perto pois era perigoso para eu e para o bebê.Fiquei internada 15 dias até que resolveram fazer minha cesárea isso lá em BH pois minha pressão estava num sobe e desce danado,marcaram para o dia 25 de setembro eu nem dormi já sabia que ela iria nascer prematura minha gravidez foi até 7 meses e meio,então ela precisou ficar na incubadora até conseguir respirar sozinha,no parto fui monitorada por cardiologista,endocrinologista,e vários outros médicos e também o pediatra que esperava a Ritinha nascer,demorou um pouco mas na hora em que ela nasceu foi assim,ela chorou meio que engasgando,me mostraram ela muito rapidamente e logo entubaram e correram para UTI,mas ela ficou bem,fiquei mais 15 dias internada e depois voltava em BH quase todos os dias para amamentar o ruim era a hora de ir embora e deixar ela ali tão pequenininha,tão frágil,me partia o coração e isso foi por 1 mês até que ela começou a respirar sozinha e dias depois teve alta.Nossa eu fiquei tão feliz ter minha filhinha pertinho de mim todos os dias,foi somente depois que trouxe ela para casa caiu a ficha agora eu era mãe!Eu amava amamentar,acordar no meio da noite para trocar fralda ou dar de mamar,passou tão rápido!Mais ou menos 2 meses depois engravidei da minha segunda filha descobri com 3 meses a Ritinha estava com 5 meses fiquei com medo,aconteceu a mesma coisa consulta de 15 em 15 dias depois 1 vez por semana e no último mês internei e minha pressão descontrolou fizeram minha cesárea dia 24 de julho ela nasceu bem, chorando alto fiquei um tempinho com ela mas depois ela começou a cansar e precisou ir para UTI entubada até conseguir respirar sozinha,ela ficou 21 dias eu ia e voltava até que ela teve alta e eu toda feliz com 2 bebês a Ritinha com 11 meses e a Ana Luiza com quase 1 mês!A Ritinha acabou largando o peito um pouco antes de eu ganhar a Ana Luiza,a Ana Luiza mamou pouco só nos 3 primeiros meses e passou para mamadeira.Tudo bem,tudo tranquilo,minhas menstruações demoraram a descer o médico disse ser normal pois quando se está amamentando é assim mesmo,quando a Ana estava com seus 5 meses notei minha barriga meio grandinha mais nem preocupei,mas a barriga continuou crescendo então pensei será?De novo?Mas resolvi tirar a dúvida bem tarde confesso até que com quase 4 meses de gestação fiz o exame e de novo positivo!Mesma coisa das outras duas,consultas regulares de 15 em 15 dias,só o que aconteceu na hora do parto é que foi diferente,com 8 meses de gestação acordei com dores e perdendo líquido como era pouco pensei ser xixi mas como as dores estavam fortes meu esposo me levou para o hospital da minha cidade e a médica que me examinou foi logo falando"sua bolsa rompeu,vamos ter que internar",e começou a correria para conseguir uma vaga num hospital com UTI neonatal pois como minha filha ainda era prematura iria precisar de incubadora igual suas irmãs,passaram horas e horas e nada de aparecer vaga e o pior as contrações piorando uma atrás da outra,até que apareceu a vaga no hospital em BH foi aquela correria,me colocaram na ambulância e voaram eu quase tive a Danielle no meio da estrada,cheguei no hospital,arrancaram minha roupa,aplicaram a anestesia,e se eu tivesse demorado mais 5 minutos a Danielle teria nascido!O legal é que ela nasceu bem,não precisou ficar na incubadora e veio para o quarto direto comigo e 15 dias depois voltei para casa e com meus 3 bebês!A Danielle mamou até 2 anos e meio foi a que aproveitou mais,meu esposo fez vasectomia para não correr o risco de eu engravidar de novo,passou tão rápido elas eram 3 bebês hoje são 3 menininhas!Agora quem disse que diabética não pode engravidar e ser mãe?É verdade que toma um pouco de tempo ainda mais que são três,mas levo numa boa,faço minhas coisas,passeio com elas e meu marido,e olha que elas são meu maior incentivo para seguir com meu tratamento a risca para ter um bom controle da diabetes e poder cuidar delas!A gravidez de uma mãe com diabetes tem que ser seguida mais de perto por médico e profissionais de saúde pois hipoglicemias,hiperglicemias atrapalham na formação do bebê e faz ele sofrer dentro do útero materno,a minha pressão mesmo só subiu por causa da diabetes e com a gravidez piorou,e hipertensão em grávidas é super perigoso!Tanto para mãe quanto para o bebê!Por isso fui monitorada durante a gravidez das três e até hoje continuo com hipertensão mais está controladinha,diminui no sal,faço caminhadas regulares,tanto é bom para controlar minha pressão como para controlar a diabetes.É só comer alimentos saudáveis como frutas,legumes,verduras, comer alimentos integrais(sem exageros),beber muita água,praticar exercícios físicos,eu gosto de fazer caminhada,amo andar de bicicleta,é tão gostoso sentir o ventinho fresco no rosto!Pretendo comprar aquele simulador de caminhada para quando for muito frio ou tiver chovendo para fazer minha caminhada em casa!As vezes a gente pensa que não tem nada haver eu mesma quando fico o fim de semana sem caminhar ou pedalar em minha bike por diversos motivos, acabo tendo que tomar mais insulina regular pois minhas glicemias sobem um pouco,exercícios ajudam e muito!No retorno médico,a minha endocrinologista vai me passar para uma nutricionista para começar com contagem de carboidratos e talvez mudar minha insulina de NPH para Lantus!Estou ansiosa!
 Segunda passada,conheci pessoalmente minha amiga Cristiane que também é diabética tipo 1 e entende muito sobre controle de diabetes,ela que me indicou sua endocrinologista em Lafaiete,para mim um exemplo a ser seguido,ela leva uma vida absolutamente normal, estuda, trabalha,até pouco tempo morava sozinha e a diabetes não fez ela desistir,pelo contrário, ela continuou a viver sua vida normalmente, como qualquer outra pessoa. 
Quem me apresentou a Cris,foi a minha amiga Dani, do blog Diabetes e daí?(http://diabetesedai.blogspot.com.br/ ),uma amiga diabética tipo 1 também em que sonho um dia poder conhecer pessoalmente!
Essa foi uma coisa boa que a diabetes me deu,amizades verdadeiras.Se for citar todos que sonho em conhecer,não daria aqui nesse post,pessoas incríveis,boas,com histórias lindas de dedicação,superação,amor com seus filhos e com o próximo.
Beijos a todos!

Comentários

  1. Menina quanta coragem e quanta disposição hein, suas filhas são escadinha mesmo, como costumamos dizer por aqui, uma atrás da outra, deve ser uma delícia, mas um ralo também né... Parabéns pra sua família, que com certeza é uma benção divina... Bjinhos Doces

    ResponderExcluir
  2. Cris como vc consegue dar conta de tudo????
    Eu com um de 7 anos e outro de 1 ano já fico de "cabelo em pé", heheh
    Mas falando sério parabéns pela família, esse é o nosso tesouro que devemos cultivar sempre!!!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Suas filhas são lindas, Cristiane! E fiquei sabendo que são uns doces e muito educadas...rs...E olha vc é exemplo a ser seguido menina! Cuidar de 3 minininhas, ter os cuidados que a Diabetes exige...e ainda levar a vida numa boa! Isso é de admirar! Parabéns! Bj!

    ResponderExcluir
  4. OI Cris,
    A vida depois do diabetes, "apenas" ganha uns cuidados extras. Entretanto, sim ela pode ser normal, é só encarar o problema de frente e seguir em frente. O diabetes nos torna mais fortes, mais determinadas, mais zelosas. Você também é um exemplo a ser seguido para mim. Adorei conhecer você e a sua família pessoalmente. Parabéns pelas meninas.
    Beijão amiga.
    Cristiane

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Receita caseira de sorvete diet

Oi pessoal!
Eu faço contagem de carboidratos mas sempre que posso eu mesma faço minhas receitinhas em casa na versão diet.
Procurando aqui na net achei essa receita de sorvete,primeiro fiz na versão original,ficou uma delícia todos aqui em casa aprovaram,depois fiz na versão diet,substituí o açúcar por adoçante em pó Tal & Qual.
O leite condensado eu mesma fiz na versão diet.
Segue a receita do leite condensado diet e depois do sorvete!
Dicas:A receita é de sorvete de morango,mas já fiz de chocolate, basta substituir por achocolatado diet 2 colheres de sopa,conheço o da marca Gold,para sabor creme basta adicionar 1 colher de chá de essência de baunilha e por aí vai!









Receita do leite condensado diet:Ingredientes:
1 xícara de chá(200ml) de leite em pó desnatado;¼ de xícara de chá de água fervente;½ xícara de chá de adoçante em pó;1 colher de sopa de margarina light.Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar uma pasta homogênea;
Após esfriar o leite condensado di…

Depressão e diabetes

Olá pessoal!Tudo bem?
Hoje irei falar de um assunto, que queria já poder ter falado a tempos aqui no blog, como forma de alertar e tentar ajudar, pois já passei por isso e não desejo para ninguém:DEPRESSÃO.
Eu nesses anos de diabetes já tive depressão algumas vezes e vou explicar o que eu senti e como consegui reverter.
A depressão começa, mas não sabemos que estamos com depressão, eu achei que estava apenas com desânimo ou que estava ficando doente,mas era um desânimo constante e nada me deixava feliz, sentia uma tristeza profunda que não parecia caber dentro de mim.
A primeira vez, acho que eu tinha uns 16 anos, eu chorava todos os dias, só queria dormir o dia inteiro, sentia muita fome e glicemias ficaram tão alteradas que acabei entrando em cetoacidose diabética, ficando uma semana internada até glicemia normalizar.
Depois que saí do hospital, já não estava mais sentindo aquela tristeza,pois o choque de ter sido internada e o estado que fiquei, me fez querer melhorar,para sair do hospi…

Hipoglicemia com desmaio e convulsão

Olá pessoal! Já até perdi as contas de quantas  vezes tive crises de hipoglicemia com desmaio,acordar no hospital toda molhada devido ao suor frio,tremendo muito,um frio insuportável!
Mas hoje vou relatar o que aconteceu,eu tive uma crise de hipoglicemia com convulsão,não lembro bem quando foi,mas acredito que uns 4 meses atrás.Eu estava numa espécie de sonho,um barulho parecendo um zumbido,tipo como se tivesse tudo rodando,num corredor com uma névoa esbranquiçada,não via o final desse corredor,tudo rodava,rodava e eu tentando puxar o ar,olhei para cima e acordei meio que sobressaltada,cabeça confusa,tentando entender o que estava acontecendo,a cabeça da gente parece que entra em suspensão,tentei colocar as imagens no lugar como um quebra-cabeça e finalmente acordei.Com os sintomas acima relatados,frio,tremedeira,perguntando pelas meninas(minhas filhas).
Impossível acreditar que mesmo com a bomba  de insulina,tive essa hipo severa,mas tive...não estou podendo usar o sensor,culpa do Esta…